Tag encerramento

IMG_0966-scaled.jpg

Crónica de Encerramento

Após 177 filmes e mais de uma semana de festa, nada melhor do que fechar com chave d’ouro a XXV edição do Festival Caminhos do Cinema Português, contando assim com uma grandiosa e entusiasmante cerimónia de entrega de prémios que teve início pelas 21:45 na já conhecida casa do Teatro Académico Gil Vicente.

Com o acompanhamento musical da Big Band Rags, da Tuna Académica da Universidade de Coimbra, e a presença de diversas figuras que contribuíram, contribuem e continuarão a contribuir para o panorama cinematográfico nacional.

A noite iniciou-se com uma breve introdução sobre o decurso da cerimónia e logo discursaram figuras da direção e organização do festival como Tiago Santos e António Pita.

saber mais

BigBandRags-scaled.jpg

Destaques de 30 de Novembro

Chegados ao último dia da XXV edição do Festival Caminhos do Cinema Português, o Teatro Académico Gil Vicente será palco de uma cerimónia de encerramento às 21h:45 com a participação da banda RAGS da Tuna Académica da Universidade de Coimbra.

A Big Bang Rags surgiu no seio da Tuna Académica da Universidade de Coimbra em 1995, pela mão do seu então director artístico André Granjo. Consistindo originalmente num grupo de Ragtime com cerca de dez músicos, ao longo dos anos foram-se juntando mais elementos e foi gradualmente surgindo o formato de Big Band, formalizado em 1999, e que se mantém até hoje. Conhecida pelo seu estilo irreverente e pelo entusiasmo em palco, a Big Band Rags hoje dedica-se maioritariamente ao jazz e à música ligeira, incluindo ainda no seu repertório alguns êxitos do funk, soul e da música portuguesa.

Este evento contará com a entrega de prémios aos filmes em competição, estando presentes os jurados do festival, os vencedores e vários ilustres do panorama do cinema nacional.

Destaque para a carta branca a João Salaviza com uma sessão especial às 15h00 no Mini-Auditório Salgado Zenha. Lotação muito limitada. 

saber mais

31205736011_8b701ea9f0_o.jpg

Encerramento e Entrega de Prémios a 3 de dezembro

A XXIII Edição do Festival Caminhos do Cinema Português não podia terminar sem um dos momentos altos do evento. A cerimónia de encerramento e respetiva entrega dos prémios são um marco fundamental para o reconhecimento do melhor que se produz no cinema e indústria cinematográfica portuguesa.

E os Caminhos são um evento especial. Mais do que replicar inesgotavelmente uma fórmula, procuramos inovar e reconhecer todos os que procuram promover o Cinema português, técnicos e artistas, e não apenas os filmes. E foi isto que nos moveu, criando programações em ambas as secções competitivas e não competitivas com novas perspetivas e abordagens.

saber mais

15194588198_b6a60073ef_k.jpg

Cerimónia de Encerramento

Os Caminhos estendem a passadeira vermelha no dia 26 pelas 21h45 no TAGV para conhecer os grandes vencedores da seleção caminhos e da seleção ensaios. Esta última sessão é o culminar de 8 dias de festival, onde o público fica a conhecer oficialmente todos os vencedores das mais diversas categorias apreciadas pelos diversos grupos de jurados desta edição.

saber mais

311c7a56-c7fd-446e-b1ea-4011bc5126f1.jpg

Cerimónia de Encerramento

Chegaram ao fim as sessões competitivas do festival Caminhos do Cinema Português. Ao longo de uma semana os espectadores do festival assistiram a cerca de duzentas obras fílmicas, distribuídas também por Selecção Diásporas, Reposições e Caminhos Mundiais com o país convidado Áustria.

saber mais

vitor-discurso-encerramento.jpg

Discurso de Encerramento

A semana que se iniciou a 14 de Novembro tem sido muito especial. Apesar de ter coincidido com uma sexta-feira, a semana dos Caminhos é uma temporada fora do tempo comum. É-o para mim, para todos os elementos da organização e colaboradores, realizadores e actores, artistas em geral, e cinéfilos.
O sentimento que sobresai de toda esta semana, deverá ser gratidão. Gratidão por toda esta colaboração intensa de todos os envolvidos, sem esquecer os nossos patrocinadores que foram fundamentais para manter viva a chama do festival. A nossa equipa é composta primordialmente por voluntários, cujo principal retorno que têm é ver cumprida a sua tarefa de salvaguarda cultural deste projecto.

saber mais