Incentivar

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA NA REGIÃO CENTRO

O Desenvolvimento de um Cluster Cinematográfico na Região Centro é uma ambição comum a vários agentes e entidades dessa Região. Os Caminhos olham para essa ambição com a perspectiva que podem e devem participar nessa construção, contribuindo para além da capacitação de públicos nas formas de ler, fazer e ver cinema.

Dessa forma, os Caminhos querem incentivar o desenvolvimento de mais produções na região, promovendo tanto a criatividade aplicada sob os contextos tecnosociais e geográficos, como pela promoção de encontros de produtores – com projectos desenvolvidos – com os gestores do território da Região Centro.

A Região Centro de Portugal apesar de apresentar uma ampla diversidade de patrimónios – edificados, geográficos, naturais, culturais, com 4 inscrições na rede de Património Mundial -, uma ampla rede de ensino superior – com 3 universidades e 4 institutos politécnicos -, bem como uma ampla rede decisória política ao nível regional e autárquico – com 8 comunidades intermunicipais -, não tem sido capaz de captar um conjunto significativo de produções cinematográficas.

Este programa visa ainda o diálogo com outras estruturas da região com vista ao comum desenvolvimento cultural, à promoção de novas oportunidades de criação e programação e a uma participação estratégica da associação como elemento articulador da produção cinematográfica na região. Procura-se, nesse papel de mediação, que os Caminhos sejam sinónimo de um contributo importante para facilitar produções na região Centro de Portugal.

26124368656 1a8b32482b b

Público-Alvo

Este projecto visa o desenvolvimento de “actividade de indústria” na Região Centro envolvendo, além da entidade proponente, o tecido associativo e empresarial relacionado com a actividade cinematográfica, os agentes autárquicos, locais e intermunicipais, e a entidade Regional de Turismo do Centro. Esta atividade, dado o centralismo presente na produção de cinema, envolverá de igual forma os produtores de cinema nacionais, na sua maioria sediados em Lisboa e Porto.

Motivação

A Região Centro de Portugal apesar de apresentar uma ampla diversidade de patrimónios, uma ampla rede de ensino superior, bem como uma ampla rede decisória política ao nível regional e autárquico, não tem sido capaz de captar um conjunto significativo de produções cinematográficas.

Objectivos

  • Captar a produção de longa-metragens e  curta-metragens para a região centro;
  • Proporcionar o desenvolvimento de ideias originais em produções cinematográficas;
  • Promover a empregabilidade na região de recursos humanos especializados nas áreas criativas, do cinema e do audiovisual;
  • Estreitar relações entre produtores de cinema e gestores dos territórios da região.

Actividades

Primeiro Passo (no Cinema)

27 Novembro • 14:00 — 15:00

O “Primeiro Passo” é uma oportunidade criada para que o público possa ter uma participação mais activa na cadeia de produção. Procura-se motivar os espectadores a dar um “Primeiro Passo” e propor – em formato pitch – uma história original a um conjunto de produtores de cinema.

As melhores propostas do “Primeiro Passo” são selecionadas e convidadas a realizar uma apresentação de três minutos perante uma plateia de produtores. No término da apresentação, os produtores além de avaliarem a proposta, considerarão um parecer crítico com base na sua experiência e se a ideia assim o merecer, poderão a adoptar para desenvolvimento num produto cinematográfico ou audiovisual.

Inscrições Encerradas

Encontros (do Cinema com a Região)

27 Novembro • 15:00 – 19:00

A produção regular de cinema é uma oportunidade de promoção indirecta dos lugares, dos seus patrimónios, usos e costumes. Incentivar o desenvolvimento da actividade cinematográfica na Região Centro poderá passar também pela promoção de “encontros” entre os produtores e os gestores dos territórios da região.

Nestes Encontros serão promovidos e apresentados, pelos produtores aos municípios da região, projectos em desenvolvimento prestes a entrar em rodagem. Pretende-se que nesse diálogo se encontre na região centro os décor de produções cinematográficas relevantes, sem descurar o desenvolvimento do audiovisual. Estes encontros são uma dupla oportunidade que poderá satisfazer produtores e municípios, munindo os produtores de investidores adicionais nas suas produções e aos autarcas de ferramentas de promoção e desenvolvimento dos seus territórios com um impacto além do imediato com repercussões a médio e longo prazo.

Participação de Profissionais

Participantes

As seguintes entidades já confirmaram a sua participação na 1.ª edição do Programa INCENTIVAR.

    Produtores

  • ARCA - Associação de Realizadores de Cinema e Audiovisual

  • BRO Cinema

  • Fado Filmes

  • Maria & Mayer - Film Production

  • OPTEC Filmes

  • PNG Pictures

  • Promenade

  • pawk pawk pawk

  • Take it Easy

  • Vicius Filmes e Comunicação

Entidades

  • Centro de Portugal Film Comission

  • Município de Coimbra

  • m|i|mo-museu da imagem em movimento / Município de Leiria

  • Turismo Centro de Portugal

Perguntas Frequentes

Sim, pretendemos que a actividade “primeiro passo” o ajude a concretizar o seu projecto ao promover o encontro com vários produtores.
Sim, são presenciais e decorrerão na Casa do Cinema de Coimbra, sita na Av. Sá da Bandeira 33, R/C, Coimbra.
As entidades da região centro poderão participar tanto na sua promoção como destinos de produção cinematográfica, como demonstrando interesse em apoiar e acolher os projectos apresentados pelos produtores presentes.
O programa definitivo depende do número de participações, devendo ser anunciado no máximo 24 horas antes do evento.
Não. O nosso objectivo é somente promover encontros entre produtores com as entidades da região centro facilitando o desenvolvimento de novas produções. Ao mesmo tempo queremos dar oportunidades aos cinéfilos de apresentar as suas ideias aos produtores presentes no Programa Incentivar.
Qualquer pessoa. O único requisito é que a história possa ser filmada na região centro, promovendo, de forma directa ou indirecta, os seus elementos patrimoniais.
Sim, desde que os encaminhe antecipadamente à produção do evento. Caso tenha reserva sobre a partilha desses materiais poderá usar um equipamento informático com porta HDMI.
O cinema é um trabalho de equipa, pelo que colocamos essa questão meramente para conhecer as expectativas dos participantes e se os produtores poderão enquadrar um realizador com quem já tenham trabalhado para uma dada história.