Tag Festival Cinema

P1100112-scaled.jpg

A diversidade marcou o segundo dia do Festival Caminhos

“Tristeza e alegria na vida das girafas”, longa ficção de Tiago Guedes, foi a aposta do Festival Caminhos do Cinema Português para a sessão das 21h45 do dia 23 de novembro, no TAGV. O filme integra a secção competitiva Caminhos.

As gargalhadas que compuseram a sessão das 21:45 refletiram o espírito do filme: a aventura de uma jovem e do seu urso de peluche suicida, Judy Garland, em busca do perdido Discovery Channel. O filme centra-se na capital, um lugar único e mágico, contudo tem-se presente a crise.

O fim da sessão terminou num grande aplauso por parte público, que se demonstrou recetivo ao longo do filme.  “O tratamento lúcido que foi dado à personagem, que vivencia várias emoções na vida, é algo fantástico. A imaginação, os questionamentos e, ao mesmo tempo, a confiança que se estabelece com o mundo e com as pessoas…” afirma uma das espetadoras.

saber mais

olhares_preto-01-1.png

Selecção Outros Olhares (2019)

“A única coisa verdadeira é a memória. A memória é uma invenção, no cinema a câmara pode fixar um momento, mas esse momento já passou, no fundo o que ele traça é um fantasma desse momento e já não temos a certeza se esse momento existiu fora da película. Ou a película é uma garantia da existência desse momento?”
É com estas palavras que o decano dos realizadores portugueses de então, Manoel de Oliveira irrompe no filme de 1994 Lisbon Story de Wim Wenders. A questão da memória e a sua relação com o cinema é uma questão essencial para compreender as bases onde o cinema documental acenta. Quando Niépce captou a que hoje consideramos a primeira fotografia da história por volta de 1826 e mais tarde os irmãos Lumière em 1895 ao produzirem pela primeira vez a imagem em movimento teriam eles noção do impacto em que teriam para a humanidade e para a noção desta de memória?

saber mais

estudantes-uc.jpg

Parceria com os SASUC permite a estudantes bolseiros livre trânsito no Festival Caminhos

A 24ª edição do festival Caminhos do Cinema Português, que ocorre em Coimbra entre 23 de novembro e 1 de dezembro, vai contar com a parceria dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC).

Uma das vantagens desta parceria irá afetar, positivamente, os estudantes bolseiros DGES/SASUC interessados no festival. Os SASUC irão facultar acesso gratuito a todas as seleções, para os estudantes bolseiros DGES/SASUC, mediante a apresentação de comprovativo. Para fazer o pedido de inscrição os estudantes devem deslocar-se ao secretariado do Festival na sala do CEC (Centro de Estudos Cinematográficos), no 1º piso da Associação Académica de Coimbra, com a presença do devido comprovativo, a partir de dia 19 de novembro.

saber mais

facebook-cover.jpg

Banho de Paragem estreia amanhã

A Cerimónia de Abertura marca o início formal desta XXII edição. Nela são recebidas todas as entidades envolvidas no Festival e são nomeadas em gesto de agradecimento. É também feita uma pequena apresentação da programação geral do Festival e do grupo de jurados das mais diversas categorias. Também marca a estreia em grande écran da curta metragem – Banho de Paragem – produzida no âmbito do 5.º curso de cinemalogia promovidos pela organização que este ano contou com a coordenação de Nuno Rocha.

saber mais