Tag horizonte artificial

vlcsnap-00010.jpg

As especificidades de uma pós-produção

A especialização nas várias disciplinas participantes no processo de pós-produção é o caminho apresentado pelo curso cinemalogia no mês de junho. Finda a montagem de imagem e som é necessário trabalhar ambas as dimensões na sua especificidade olhando ao potencial diegético presente no material de “Horizonte Artificial”.

Na imagem serão trabalhadas a cor e a sequência de título com a coordenação de Lee Fuzeta, Eduardo Nunes e Pedro Vaz, respectivamente, sendo que no som a Banda Sonora e as Misturas Finais serão abordadas por Luís Pedro Madeira e Emídio Buchinho. Há ainda lugar à preparação da distribuição do filme produzido com os módulos de Tradução e Legendagem, com Paulo Montes, e Marketing Cinematográfico, com Nuno Gonçalves.

O curso findará em Julho oferecendo com a formação em “Branding e Comunicação Visual”, bem como com os módulos complementares dedicados à “Interpretação em Cinema”, “Cinema Científico em Contexto Educativo e Artístico” e “Cinema e Vídeo: Desconstruções Pedagógicas”.

As Inscrições, a partir de 35€ por módulo, estão abertas em permanência em www.caminhos.info/cinemalogia/inscricao.

saber mais

vlcsnap-00011.png

Horizonte Artificial

Acabámos esta semana as rodagens da curta-metragem “Horizonte Artificial”. É uma história que percorre os caminhos possíveis de um escritor ao enfrentar um bloqueio criativo. Ao longo de cinco dias, filmámos em cinco décors cinquenta planos. Uma corrida contra o tempo, num exercício real que coloca à prova de fogo o percurso da aprendizagem promovido pelo curso CINEMALOGIA até ao presente momento. 

Tecnicamente foi uma das produções promovidas pelo curso com mais recursos disponíveis. Os locais disponíveis foram gentilmente disponibilizados por várias entidades público-privadas e houve ainda a generosidade de várias empresas que nos apoiaram na alimentação de toda a equipa. 

Assim deixamos publicamente o agradecimento à Universidade de Coimbra, à Semana Cultural da Universidade de Coimbra e ao Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, à Filmógrafo e ao Cine Clube de Avanca, à Europcar e ao Dr. Paulo Moura, aos Serviços Ação Social Universidade de Coimbra, à Real República do Rás-Teparta, ao Município de Coimbra, à Casa da Escrita, Coimbra, a Rui Paiva de Carvalho e a João Rasteiro, à Fundação Bissaya Barreto e à Casa Museu Bissaya Barreto, à Ilidio Design Cabeleireiros e ao Maksym Egoist por toda a dedicação, à Singular Print, às Águas das Caldas de Penacova, ao Bar AAC, à Delta Cafés, à NovoPomar / FrutiBairrada, à Escola da Noite, à Quinta do Ortigão, ao Restaurante Pancinhas, ao Hotel Botânico, ao Pinga Amor, à Pastelaria Vénus, à Pastelaria Briosa e ao Liquidâmbar

saber mais