Interpretação para Cinema

c/ Nuno Rocha

 

Resumo da formação

Interpretação para cinema envolve técnicas e exigências específicas adequadas a um set de filmagem e à linguagem cinematográfica. E está relacionada, também, com fotografia, movimentos de câmara, continuidade e uma série de elementos de produção. O ator de cinema atua, de certa forma, no vazio: Ele não tem como saber exatamente o que vai aparecer na tela, que ângulos de câmara, sons, efeitos serão usados na montagem do filme até que este seja finalizado. Entender e adaptar-se a esse contexto é fundamental. O ator de cinema tem de ter controle sobre sua performance, especialmente sobre os tempos e a energia na cena e saber manter esse estado ao longo de horas de interrupções próprias de uma produção. Tem que compreender o que a cena pede, ter domínio emocional, concentração e ao mesmo tempo entrega e confiança no realizador, diretor de atores e no trabalho da equipa e sobretudo ter uma postura profissional adequada às exigências do meio.

O curso de Interpretação para o Cinema guia o aluno dentro desse universo e sua linguagem específica, dando um panorama profissional e preparando o ator para o trabalho no set, ao mesmo tempo que desenvolve e amplia seus conhecimentos, experiências e técnicas de interpretação.”

Data

2019/07/06, 07 > 2019/07/13 e 14
9:30 ~ 18:30

Local

Teatro de Bolso do TEUC
Associação Académica de Coimbra
Rua Padre António Vieira, Ed. AAC, 1.º Piso
3000-315 Coimbra

Condições de Frequência
Condição Preço
Público 250 €
Sócios 200 €
Estudantes 140 €
Sócios Estudantes 110.00 €

Inscrição
– Inscrições limitadas a 25 formandos.

Objectivos
Este Workshop aborda as técnicas e regras básicas da interpretação para Cinema, com uma componente prática de trabalho de textos específicos para cinema com gravação e visionamento imediato.
Plano de Sessão
Iniciação e sensibilização aos instrumentos de trabalho do actor: o Corpo, a Voz, a Imaginação. Pretende-se que os alunos adquiram um maior conhecimento de si próprios, quer ao nível físico, quer ao nível sensorial e emocional, bem como uma consciencialização do funcionamento do corpo, do aparelho fonador e das potencialidades inexploradas destes dois importantes instrumentos de trabalho. Trabalha-se a concentração, o relaxamento, a disponibilidade física e psicológica, o desenvolvimento da criatividade individual bem como o respeito pela criatividade e individualidade dos seus companheiros de trabalho.
Nuno Rocha

Nuno Rocha

Nuno Rocha é um realizador, argumentista e produtor. Licenciou-se pelo Instituto Politécnico do Porto no Curso de Tecnologia da Comunicação Audiovisual. Estudou Advanced Directing na Universidade do Texas, nos Estados Unidos. Autor de várias curtas-metragens premiadas, incluindo “3x3”  , "Vicky and Sam" e "Momentos", em 2016 realizou a sua primeira longa-metragem "A Mãe é que sabe", alcançando 2 prémios Sophia, bem como melhor filme português no festival festival espanhol Reino de León.