Banda Sonora

c/ Luís Pedro Madeira

Resumo da formação

Hoje, mais do que nunca, a música desempenha um papel vital em longas metragens, documentários e programas de televisão. Algumas destas obras são quase tão conhecidas pela sua componente musical como pelo seu conteúdo visual. O processo de criação de música original para acompanhar um meio visual, que começa com enfoque na estética, terminologia, procedimentos e aspetos técnicos de música para filme.

Data

2019/06/02 >
9:30 ~ 18:30

Local

Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra
Faculdade de Ciências e Tecnologia
Universidade de Coimbra

Pólo II – Pinhal de Marrocos
3030-290 Coimbra

Condições de Frequência
CondiçãoPreço
Público65 €
Sócios55 €
Estudantes35 €
Sócios Estudantes30 €

Inscrição
– Inscrições limitadas a 25 formandos.

Objectivos
Nesta formação os alunos deverão conseguir compreender a relação diegética da música com a narrativa. Os alunos deverão compreender, através de exemplos práticos e criativos, como a forma como a música cria e modifica o ambiente narrativo.
Plano de Sessão
1. Introdução à história da Música em Cinema
– A relação da Música Cinematográfica com as restantes formas musicais.

2.Drama e Música
– Música absoluta vs Música Funcional.
– Identificar Situações onde a Música fornece suporte dramático.
– Identificar Intenção Dramática.
– Identificar emoções para eventual colocação de Música.
– Pensar como um realizador, interrogar.

3. Funções Dramáticas
– Centrando-se no Visual
– Uma relação simbiótica
– Relação entre Imagem e Música de Cena
– leitmotiv em cinema

4. Spotting de Música
– Spotting
– Considerações ao Spotting
– Analisar o processo Spotting com uma cena
– Analisar o Spotting/Pontuação dramática de várias cenas.

Luís Pedro Madeira

Luís Pedro MadeiraMúsico

Luís Pedro Madeira tem um extenso historial de participações em várias bandas portuguesas como musico versátil no Piano, Bandolim e  Acordeon  em bandas como Belle Chase Hotel ou mais recentemente Pensão Flor. Mas também é conhecido pelo seu trabalho em filmes como Posfácio nas Confecções Canhão (2012), Respirar (Debaixo D'água) (2000), Esquece Tudo O Que Te Disse (2002) e Pedro e Inês (2018). Ele é o espelho de uma geração de artista multifacetado e transversal à arte.