MG_0444-scaled.jpg

Variações: o homem que se despia na música

António Ribeiro quando criança ambicionava ser cantor. Inspirado pelo tom da fadista Amália Rodrigues começou a compor músicas, enquanto cortava cabelos. O artista foi o mote para a pesquisa de mais de uma década de João Maia, que recriou as variações de António Ribeiro. Um homem originário do Minho que rumou à capital, deixando para trás o seu anjo da guarda, a mãe.

O realizador confessou ter, na sua mente, uma imagem concreta do possível intérprete. Queria que alguém que tivesse uma boa voz, que soubesse dançar, mas que não imitasse. Sérgio Praia encaixava na perfeição. Tanto o ator como o próprio António passaram por progressivas evoluções de voz. Serem parecidos foi um trunfo para o sucesso e empatia imediata do público com o protagonista.  

Este é um filme biográfico que segue os últimos anos de vida de Variações, um dos mais aclamados cantores portugueses, que marcou várias gerações de artistas. Com Sérgio Praia como ator principal, o elenco conta também com a participação de Filipe Duarte, Victória Guerra, Lúcia Moniz, Miguel Raposo, Madalena Brandão e Augusto Madeira. João Maia destacou o prazer de trabalhar com atores deste calibre, contando a química que havia entre Sérgio Praia e Filipe Duarte, que interpretou Fernando Ataíde, o grande amor de António Ribeiro.

Lançado a 22 de agosto, o filme já conta com mais de 260 mil espectadores o que lhe confere o estatuto de quinto filme português mais visto (de acordo com os dados do ICA-IP, num total de 9.407 sessões). Filmado no prédio onde viveu o autor da “Canção do Engate”, o realizador apontou a excessiva modernização das ruas lisboetas. Após a sua morte, o artista tornou-se um ícone para a comunidade LGBTI+, sendo que a sua homossexualidade foi uma das marcas do filme.

Moulla foi a curta-metragem de Rui Cardoso. Três anos, 6000 desenhos e muitas aparas de borracha deram origem a 13 minutos de uma animação que se baseou no conto de um jovem curdo que tinha nas suas mãos o poder de escolher qualquer mulher da tribo para casar. O vestido amarelo foi a arma contra o exército que o queria levar para a guerra. A transsexualidade salvou um homem que na sua essência se sentia uma mulher.

Catarina Félix e Catarina Magalhães