Tag João Torres

PREMIADOS.png

Premiados da XXIV edição

Terminou a 1 de dezembro a XXIV edição dos Caminhos do Cinema Português. Das cinco equipas de júri; Caminhos, Ensaios, FICC, Imprensa CISION e Público, resultaram 26 premiações dais quais “Cabaret Maxime”, de Bruno de Almeida, foi o filme que mais galardões alcançou, nomeadamente Melhor Banda Sonora, para Manuel João Vieira, Melhor Realização, para Bruno de Almeida, Melhor Direção Artística, para João Torres, Melhor Actor Secundário para John Wentinmiglia e o Grande Prémio do Festival.

Destaque ainda para “Até que o Porno nos Separe” de Jorge Pelicano que na sua primeira exibição alcançou o prémio de Melhor Documentário Universidade de Coimbra e o Prémio do Público Chama Amarela, “Por Tua Testemunha” de João Pupo com os Prémios de Melhor Argumento Adaptado e de Melhor Actor para Fernando Rodrigues, “Aparição”, de Fernando Vendrell, que conquistou os prémios de Melhor Atriz Secundária e Melhor Guarda-Roupa, “Maria”, de Catarina Neves Ricci, com os prémios de Melhor Atriz e Menção Honrosa do Júri FICC, Anteu, de João Vladimiro, premiado com o Prémio Melhor Comunicação e Promoção Ivity Brand Corp. e Melhor Curta-Metragem Turismo do Centro, “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Guimarães, Melhor Animação e Menção Honrosa do Júri de Imprensa CISION e, finalmente, para “Terra Franca”, de Leonor Teles, que alcançou os prémios D. Quijote da Federação Internacional de Cineclubes e o Prémio de Melhor Longa-Metragem de Ficção Europcar.

saber mais

pic-anuncio-juri-caminhos-mesmo-1.jpg

Júris irão atribuir 25 prémios

Os “Caminhos do Cinema Português” regressam no final do próximo mês de Novembro para a sua 23.ª edição. Desde 1988 que em Coimbra é organizado o único festival dedicado ao cinema nacional, promovendo todos os géneros e metragens de autores aspirantes ou consagrados. Os Caminhos são plurais e neles se encontra a diversidade de registos, olhares e realidades promovidas pelo Cinema Português. De 27 de Novembro a 3 de Dezembro o festival iniciará a única competição cinematográfica do país que além dos filmes, irá também promover e premiar a intervenção técnica e artística que conjugadas transformaram o cinema na sétima arte.

saber mais

Cartaz-Banho-de-paragem.jpg

Banho de Paragem está no festival Primavera do Cine em Vigo

Banho de Paragem, produzido no âmbito da 5.ª edição do Curso de Cinema – Cinemalogia – e da 18.ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra, foi seleccionado para a 6.ª edição do Festival Primavera Do Cine!

Esta curta-metragem é a vertente visível de todo o um ano de aprendizagem representando o conjunto dos saberes apreendidos pelos formandos do curso. Resulta não só do afinco destes, mas também da colaboração da cidade e da população de Coimbra que através de uma panóplia de parcerias e ajudas nos possibilitou a feitura deste filme. O grupo de formandos da 5.ª edição do curso de cinema Cinemalogia irá competir directamente contra nomes já consagrados do cinema lusófono como Ricardo Leite, Thiago B. Mendonça, João Salaviza ou Tiago Rosa-Rosso, bem como os realizadores galegos como Carlos A. Quirós, Eva Alonso, Carmen Ruiz ou David Vega F., entre muitos outros.

saber mais