rev-1-DWD-TRLR-0001_High_Res_JPEG-scaled-e1662716197864.jpeg

Estreias de Setembro

A cada novo mês, e como já é hábito, a Casa do Cinema de Coimbra é palco das estreias mais esperadas! Setembro não é excepção à regra e traz consigo as estreias de três filmes com grande relevo nacional e internacional e com nomes bem conhecidos do nosso público.

quinta 22 setembro (18:00) — NÃO TE PREOCUPES QUERIDA, de Olivia Wilde
Alice e Jack têm a sorte de viver na comunidade idealizada de Vitória, a cidade experimental que abriga as famílias dos trabalhadores do ultra secreto e utópico Projeto Vitória. Enquanto os maridos passam todos os dias dentro da sede a trabalhar, as suas mulheres têm o luxo de poderem desfrutar da beleza, luxo e da vida social da sua comunidade. A vida é perfeita, com a companhia a responder a todas as necessidades dos residentes. Tudo o que pedem em troca é discrição e compromisso cego à causa de Vitória. Mas quando pequenas fendas na sua vida perfeita começam a aparecer, expondo sinistras falhas debaixo da atrativa fachada, Alice começa a questionar a sua vida naquela cidade.


Sessões: Quinta 22 set (18:00), Sexta 23 set (15:00/16:00/21:30), Sábado 24 set (15:00), Segunda 26 set (16:00/21:30), Terça 27 set (15:00/18:00), Quarta 28 set (16:00)

quinta 29 setembro (16:00) — NUNCA NADA ACONTECEU, de Gonçalo Galvão Teles
Pedro, Maria e Paulo, três jovens inseparáveis, enfrentam os dramas e desilusões próprios da idade, em que os seus encontros são os únicos momentos de felicidade e liberdade, onde experimentam e arriscam o que ninguém pode saber. Em casa, Pedro encontra um pai desempregado e apático, uma mãe ausente e dissimulada. No dia em que o avô se muda para a casa da família em Lisboa vindo de uma aldeia isolada no Norte, o neto confronta-se com um dilema: dar uma oportunidade a quem o quer realmente conhecer ou manter o pacto de libertação que o une aos amigos. O caminho escolhido deixará a família num abismo de remorsos, que tornará impossível fingir que Nunca Nada Aconteceu.

Sessões: Quinta 29 Set (16:00), Sexta 30 set (16:00), Sexta 30 set (18:00), Quarta 05 out (16:00), Sábado 08 out (21:30)

quinta 29 setembro (18:00) — FOGO-FÁTUO, de João Pedro Rodrigues
2069, ano talvez erótico – logo veremos – mas fatídico para um rei sem coroa. No seu leito de morte, uma canção antiga fá-lo rememorar árvores; um pinhal ardido e o tempo em que o desejo de ser bombeiro para libertar Portugal do flagelo dos incêndios, foi também o despontar de outro desejo. Então príncipe, Alfredo encontra Afonso. Com diferentes origens e diferentes cores de pele, encontram-se, socorrem-se e o léxico do abuso fica farrusco de desejo. Mas a exposição pública e as suas expectativas interpõem-se e Alfredo abraça um outro estado de prontidão para uma realidade improvável.

Sessões: Quinta 29 Set (18:00), Sexta 30 set (15:00), Sábado 01 out (21:30), Segunda 03 out (16:00), Terça 04 out (18:00), Quarta 05 out (15:00).

Em Setembro apresentamos também ciclos retrospectivos, o ciclo dedicado ao realizador russo Andrei Konchalovsky, que termina na última semana do mês, e a série de exibições dos últimos filmes de Robert Eggers, que termina com o seu mais recente filme “O Homem do Norte“. No final do mês damos início a novos ciclos, um em celebração do centenário de José Saramago com um percurso pela incursão da sua literatura no cinema, e um segundo que explora a representação do direito no cinema, o ciclo “Cinema e Direito“.