mundiais.jpg

Apresentação dos Caminhos Mundiais

Ainda que evitando uma abordagem política, todos podem reconhecer uma vasta e rica personalidade na cultura espanhola, desde Madrid à Galiza, na Catalunha, ou no País Basco e Andaluzia. Cada região tem as suas próprias idiossincrasias e ultimamente, na Catalunha, tem emergido um grande movimento popular que está a dar passos no que concerne à sua separação do Estado Espanhol. A emergência deste movimento deve-se a inúmeros fatores; a crise, a política, desavenças económicas e sociais entre o governo catalão e o governo central espanhol, etc., e no entanto tem vindo a redescobrir contextos históricos, culturais e linguísticos que hoje, mais do que nunca, se entranham nos discursos alheios.

É por isso que, neste instante, é mais interessante do que nunca envolvermo-nos na cultura e na arte da Catalunha. E para isso, não há nada melhor do que o cinema. O que propomos é um programa que inclua cinco longas-metragens (um documentário, um docu-ficção e três ficções) e quatro curtas-metragens, todas elas diferentes entre si, e simultaneamente todas elas uma boa representação do que é esta cultura. Alguns destes filmes falam de questões sociais: La Granja del Pas é um documentário marcante sobre famílias desalojadas; Nada S.A. e El corredor, curtas-metragens, são comédias mordazes sobre o desemprego; La plaga, entre a realidade e a ficção, retrata uma pequena comunidade dos subúrbios de Barcelona. Os outros filmes do programa ilustram outros temas, dramas que podem vir a ser tão universais como os de Shakespeare: Otel·lo traz-nos o autor inglês aos dias de hoje, dando à tragédia um toque de exuberância; Tots volem el millor per a ella e El camí més llarg per tornar a casa são ambos excelentes exemplos de uma análise minuciosa sobre a dor, causada por uma doença ou por uma perda irreparável. Finalmente, as curtas-metragens No me quites e El adiós são episódios íntimos mas ainda assim de alguma transcendentalidade, na vida de duas mulheres vigorosas.

Esta selecção foi concebida com o apoio da Academia do Cinema Catalã (Catalan Film Academy), que todos os anos comemora os Prémios Gaudí, distinguindo os melhores filmes catalães do ano. A maioria destes filmes foi premiada ou esteve nomeada para estes prémios, inclusivamente para os prémios Goya, e percorreu alguns festivais. Existe ainda um positivo equilíbrio entre cineastas masculinos (5) e femininos (5), bem como uma oferta heterogénea de géneros, tons e temas. Esperamos que gostem!

Programação Caminhos Mundiais
Auditório Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

19 de Novembro, 16h00
Título Realizador Produtora Duração Ano
El Corredor José Luis Montesinos Caduco Films, Bastian Films 15′ 2014
El Camí més llarg per tornar a casa Sergi Pérez Niu d’Indi, No hay banda 85′ 2015
22 de Novembro, 16h00
Título Realizador Produtora Duração Ano
Nada S.A. Caye Casas, Albert Pintó Alhena Production 15′ 2014
La Granja del Pass Sílvia Munt Intent Produccions, Televisió de Catalunya 80′ 2015
23 de Novembro, 16h00
Título Realizador Produtora Duração Ano
El Adiós Clara Roquet Lastor Media 15′ 2015
Tots volem el millor per a ella Mar Coll Escándalo Films, Televisió de Catalunya 97′ 2013
25 de Novembro, 16h00
Título Realizador Produtora Duração Ano
No me quites Laura Jou Corte y Confección de Películas, Películas La Trini 14′ 2015
Otel·lo Hammudi Al-Rahmoun Font Escándalo Films, Corte y Confección de Películas 69′ 2013
26 de Novembro, 16h00
Título Realizador Produtora Duração Ano
La Plaga Neus Ballús El Kinògraf, Televisió de Catalunya, Arte France 85′ 2013

Related Posts