Notícias

  • Módulo-de-Argumento-com-Cláudia-Clemente.jpg

    Análise e Escrita de Argumento marcam o regresso do Cinemalogia

    Introduzidas as bases da Linguagem do Cinema e da construção de uma narrativa, o curso de cinema  ‘Cinemalogia’ introduz agora a análise, do ponto de vista da distribuição,  estrutura e produção, e a conclusão da escrita dos guiões dos alunos. Nesta fase, com a orientação de Eduardo Condorcet e Cláudia Clemente, o curso promove o ensino prático de cinema, sendo nesta fase decidida qual a produção a elaborar no âmbito do tema “caminhos”, da Semana Cultural da Universidade de Coimbra. As inscrições, a partir de 30€ por módulo, estão abertas em permanência.

    saber mais

  • Boas-Festas.jpg

    Mensagem de Boas Festas

    Depois de mais um ano de festival e de muito trabalho, de muito empenho e fôlego, é finalmente tempo de colher os frutos. É o momento de contabilizar os sonhos realizados, de comemorar os êxitos e fazer novas listas de objetivos para o ano que vai começar.

    Desejamos que este Natal vos traga magia, muita vontade e determinação para viverem e serem felizes, para que se possa celebrar a vida todos os dias. Desejamos também a todos os nossos amigos seguidores, um Feliz Natal e um Ano Novo muito próspero e feliz!

    Boas Festas de toda a equipa dos Caminhos do Cinema Português!

    saber mais

  • IMG_56672.jpg

    Secções Paralelas dos Caminhos promovem o debate e o cinema português

    A XXIV edição do Festival Caminhos do Cinema Português decorreu entre os dias 23 de novembro a 1 de dezembro. Para além das sessões principais do festival, os cinéfilos contaram com um Simpósio Internacional. Várias Secções Paralelas como Caminhos Juniores, Juvenis e Seniores no Teatro Académico Gil Vicente (TAGV), um olhar sobre o cinema mundial, a nova secção “Outros Olhares” e ainda três MasterSessions.

    saber mais

  • 0.jpg

    “História e Linguagem do Cinema” com Catarina Maia a 15 e 16 de dezembro

    História e Linguagem do Cinema” com Catarina Maia vai ser lecionado a 15 e 16 de dezembro, propondo-se a levar os alunos pelos caminhos da história do cinema familiarizando-os com a gramática da sétima arte.  

    saber mais

  • claudia-clemente.jpg

    Módulo “Argumento 1” dá início aos módulos nucleares da 9ª edição de Cinemalogia

    No próximo fim-de semana, nos dias 8 e 9 de dezembro, começam os módulos nucleares da 9ª edição do Curso de Cinema “Cinemalogia” promovido pelos Caminhos do Cinema Português e pela Universidade Aberta desde 2011.

    O primeiro módulo “Argumento 1”  terá a duração de 16 horas e decorrerá entre as 9h30 e as 18h30 de dia 8 e 9 de dezembro no Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra e será lecionado por Cláudia Clemente, arquiteta de formação, divide o seu trabalho atual entre a escrita e a realização cinematográfica, entre a ficção e os documentários.

    saber mais

  • PREMIADOS.png

    Premiados da XXIV edição

    Terminou a 1 de dezembro a XXIV edição dos Caminhos do Cinema Português. Das cinco equipas de júri; Caminhos, Ensaios, FICC, Imprensa CISION e Público, resultaram 26 premiações dais quais “Cabaret Maxime”, de Bruno de Almeida, foi o filme que mais galardões alcançou, nomeadamente Melhor Banda Sonora, para Manuel João Vieira, Melhor Realização, para Bruno de Almeida, Melhor Direção Artística, para João Torres, Melhor Actor Secundário para John Wentinmiglia e o Grande Prémio do Festival.

    Destaque ainda para “Até que o Porno nos Separe” de Jorge Pelicano que na sua primeira exibição alcançou o prémio de Melhor Documentário Universidade de Coimbra e o Prémio do Público Chama Amarela, “Por Tua Testemunha” de João Pupo com os Prémios de Melhor Argumento Adaptado e de Melhor Actor para Fernando Rodrigues, “Aparição”, de Fernando Vendrell, que conquistou os prémios de Melhor Atriz Secundária e Melhor Guarda-Roupa, “Maria”, de Catarina Neves Ricci, com os prémios de Melhor Atriz e Menção Honrosa do Júri FICC, Anteu, de João Vladimiro, premiado com o Prémio Melhor Comunicação e Promoção Ivity Brand Corp. e Melhor Curta-Metragem Turismo do Centro, “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Guimarães, Melhor Animação e Menção Honrosa do Júri de Imprensa CISION e, finalmente, para “Terra Franca”, de Leonor Teles, que alcançou os prémios D. Quijote da Federação Internacional de Cineclubes e o Prémio de Melhor Longa-Metragem de Ficção Europcar.

    saber mais

  • 31124324917_df66c06cf7_o.jpg

    O Caminho do “eu” numa geração virtual

    Para fechar a Seleção Ensaios, as novas tecnologias juntaram-se à solidão e ao conhecimento do “eu” às 17h30, na sala 6, dos Cinema NOS, no dia 1 de dezembro, propondo uma reflexão que a atualidade exige.

    Sleepless Nights…” de Maria Teixeira, “Irony” de Radheya Jegatheva, “Bruma” de Sofia Cachim , “O Chapéu” de Alexandra Allen, “Him&Her” de Nathalie Lamb, “Homesick” de Hila Einy, Yoav Aluf, Noy Bar e Bezalel, “Zeitgeist” de Oleg Kauz, “A Sweet Story” de Moritz Biene, “Drowning”  de Pedro Harres e “Soulkeeper” de Théo Hoch foram as curtas que se reuniram no grande ecrã da sala de cinema. O controlo tecnológico, o medo do desconhecido e o desejo da aprovação social foram alguns dos temas centrais de uma tarde repleta de virtualidade.

    saber mais

  • MG_1166-Cópia.jpg

    Última tarde da XXIV edição do Festival Caminhos

    A última tarde do Festival Caminhos do Cinema Português começa com a sessão da Seleção Caminhos no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV). “Entre o Verão e o Outono” de Maria Francisca Pinto, “Sleepwalk” de Filipe Melo, “Quando Pudermos” de Miguel Cardoso Faria e “Segunda-Feira” de Sebastião Salgado foram as curta metragens exibidas e, de forma a encerrar a sessão, foi exibida a longa metragem “À Tarde” de Pedro Florêncio. Recetivos às questões do público, estiveram presentes Filipe Melo, realizador de “Sleepwalk”, e Rui Mendes, produtor de “À Tarde”.

    saber mais

  • DSC_0515.jpg

    Entre a paixão e a cooperação cria-se o cinema Português

    Na voz de quatro convidados debateu-se a importância de ir além da narrativa cinematográfica. O modo como os Conimbricenses vivem a oferta cultural da cidade deu o rumo final à conversa.

    Discutir as mudanças na produção de cinema em Portugal foi a proposta apresentada por Sérgio Dias Branco, moderador da última MasterSession da XXIV edição dos Caminhos do Cinema Português com o tema “O valor de uma marca do/no Cinema Português” . O financiamento, o marketing e a cultura foram as temáticas abordadas ao longo da sessão do dia 30 de novembro.

    saber mais

  • flyer_encerramento_Página_1.jpg

    Antevisão 1 de Dezembro

    No último dia do festival, as sessões não se esgotam. Da Seleção Caminhos, no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, ‘À Tarde’ (15H) de Pedro Florêncio retrata o olhar sobre a luz, gestos e sons a partir do interior de uma casa em Lisboa, numa tarde banal de primavera.

    Irony’ (17H30) é um filme integrante da Seleção Ensaios – que vai ter lugar nos Cinemas NOS do Alma Shopping. Um filme que explora a relação entre o Homem e a tecnologia, do ponto de vista de um telefone. ‘Bruma’ (17H30) é outra produção da seleção que exibe uma jornada emocional. Alice, após a morte do Pai, tenta encontrar uma maneira de ultrapassar a fugacidade do tempo e confortar-se. Uma jornada de autoconhecimento de uma adolescente que está prestes a descobrir o mundo.

    saber mais

  • MG_0834.jpg

    Caminhos são palco de primeiras obras para realizadores

    A XXIV edição do festival Caminhos do Cinema Português tem vindo a preencher as telas da cidade. Obras internacionais são exibidas, mas, sobretudo, são as produções nacionais o motivo de celebração. Além disso, esta foi a primeira vez que o festival contou com a presença de um ator internacional: Dominique Pinon. O ator francês fez parte do elenco de “Caminhos Magnétykos” do realizador Edgar Pêra.

    Os realizadores são uma parte fulcral de cada produção cinematográfica. O maestro que gere todo o ritmo e sinfonia da orquestra. Os Caminhos são um festival que primam por ser inclusivos, trazendo novos cineastas para o panorama cinematográfico nacional. Como tal, Bruno Gascon, Justin Amorim, Miguel Nunes e Ana Moreira tiveram os seus projetos selecionados e exibidos ao público de Coimbra. O festival prima por ser uma montra para o cinema português e tentar cultivar o seu consumo e gosto no público

    saber mais

  • flyer_encerramento_Página_2.jpg

    Cerimónia de Encerramento da XXIV edição dos Caminhos do Cinema Português

    A XXIV edição do festival Caminhos do Cinema Português termina, hoje, dia 1 de dezembro. A Cerimónia de Encerramento vai decorrer no Teatro Académico Gil Vicente (TAGV), pelas 21h45, com apresentação de Carolina Santos e Diogo Carvalho.

    saber mais