Luísa Bebiano Correia

Luísa Bebiano Correia

Tem atelier próprio de arquitectura desde 2010, sediado no Instituto Pedro Nunes, onde desenvolve projectos que a relacionam com diversas artes como teatro, dança e cinema (direcção de arte). Universo temático que é a base da investigação que está a desenvolver para a tese de doutoramento do Curso de Arte Contemporânea da Universidade de Coimbra.Licenciada em Arquitectura pelo Darq - FCTUC (2006 - Prémio Escolar Quartel Mestre General W. Elsden), com uma passagem pelo Politécnico de Torino (Itália).Desde 2004 tem colaborado pontualmente com os arquitectos José Gigante, Atelier do Corvo e João Mendes Ribeiro.Entre os seus projectos, destacam-se as intervenções realizadas:Adega para a Torre de Palma (2014), em co- autoria com João Mendes RibeiroRecuperação das Instalações da Cerâmica Antiga de Coimbra (2017), em co-autoria com Atelier do Corvo.Já foi distinguida em diversos concursos sobre obra realizada, nomeadamente: Prémio Outros Mercadus, Design e Arquitectura (finalista em 2010), Prémio Mies Van Der Rohe (nomeada em 2015), Prémio Nacional de Arquitectura em Madeira (finalista em 2017), Prémio Nacional de Reabilitação Urbana (Melhor Intervenção Inferior a 1000 m2 em 2017) e Premis Fad (Seleccionada nos anos 2013, 2015 e 2018).Fez a Direcção de Arte de "Pedro e Inês", filme recentemente estreado em Portugal e de "Embargo", ambas produções de Persona Non Grata e realização de António Ferreira. Além de longas metragens de ficção, trabalhou em diversas curtas metragens, cinema documental e produções para televisão.