Argumento 1

c/ Cláudia Clemente

Resumo da formação

Durante o módulo de argumento o grupo de trabalho irá analisar, discutir e experimentar a arte do argumento. Do momento em que pensamos uma ideia até à sua execução final: o filme. Todos os dias ouvimos histórias, ideias disparatadas, biografias convincentes e em todas elas parece existir a possibilidade de cinema. Pois antes de tudo, é preciso aprender a separar uma boa ideia de uma boa, mas falsa ideia. Esta formação pretende não só testar as ideias, perceber o seu potencial e a sua viabilidade, ao mesmo tempo que através das técnicas à disposição, tentar materializá-las. Ao mesmo tempo, utilizando essas ferramentas, criar e fomentar a criação que apesar de escrita pode ser livre, plural e abordada de muitas e variadas maneiras. A arte do argumento também é pessoal e intransmissível.

Data

2018/12/08 > 2018/12/09
9:30 ~ 18:30

Local

Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra
Faculdade de Ciências e Tecnologia
Universidade de Coimbra

Pólo II – Pinhal de Marrocos
3030-290 Coimbra

Condições de Frequência
Condição Preço
Público 130 €
Sócios 105 €
Estudantes 70 €
Sócios Estudantes 55 €

Inscrição
– Inscrições limitadas a 25 formandos.

Objectivos
Aprofundar os saberes teóricos e práticos que permitam ao aluno conceber a estrutura narrativa de um projecto audiovisual, segundo vários géneros e formatos, e tendo em conta as diversas plataformas de distribuição atualmente disponíveis.
Plano de Sessão
1.º dia
Apresentação de ideias e possibilidades de argumento.
Discussão, enquadramento teórico e prático, escolha e viabilidade de projectos apresentados ou sugeridos.
Que histórias e que cinema é que o mundo precisa.
Que histórias é que nós temos que contar?
Exercícios práticos.

2.º dia
Introdução à escrita de argumento.
Construção narrativa e estrutura inicial do argumento.
Exercícios práticos.

Cláudia Clemente

Cláudia Clemente

Claudia Clemente, arquitecta de formação, divide o seu trabalho actual entre a escrita e a realização cinematográfica, entre a ficção e os documentários. Nascida no Porto em 1970, estudou arquitectura nessa cidade e cinema em Lisboa e Barcelona. Licenciou-se em arquitectura na FAUP em 1995. Publicou o seu primeiro livro de contos, “O caderno negro” em 2003, na Editora Tinta Permanente, e o Segundo, “A fábrica da noite”, na Editora Ulisseia, em 2010. A sua peça ""Londres"" foi vencedora do Grande Prémio de Teatro S.P.A./Teatro Aberto 2011, e editada pela Imprensa Nacional Casa da Moeda. Publicou o seu primeiro romance, ""A casa azul"", em 2014. Concluiu o curso de Escrita de Argumentos para Longas-metragens da Gulbenkian, com a London Film School, em 2006. Terminou o curso de cinema na Restart, em 2007. Os seus contos foram editados em Portugal, Espanha e Itália. Realizou 4 curtas metragens e um documentário. Foi responsável pelos argumentos, storyboards, realização, direcção de arte, montagem e (na maioria dos casos) produção dos seus próprios filmes. Estes já foram exibidos em Portugal, no Brasil, no Uruguai, na Índia, em Cuba e em Itália, tendo sido premiados em diversos festivais.