• AAC Lona horizontal 114x25m 2020 11 04 e1606953286539
  • 2 – Video Digital – Edição

     
    Descrição:
    Desvendar o processo de captura, edição e pós produção de vídeo. Tenho por base um tema dado a cada uma das equipas (formadas durante o workshop) os participantes irão transcrever o tema dado no inicio do workshop num cartão de visita, em formato vídeo.
    Como Objectivos pretende-se: -Desvendar o Adobe Premiere: Funções básicas de edição; -Explorar mais algumas funcionalidades da câmara de vídeo; -Explorar criativamente as potencialidades do media (vídeo).

    Estrutura:

    Desvendar a interface gráfica do Adobe Premiere, comandos básicos.
    Registo de imagens no exterior.
    Edição criativa das imagens recolhidas.
    Criação de um dvd com os trabalhos de todos os participantes 
     
    Outras Informações:
    Datas – 20 a 23 de Abril 2009 e
    Horário – 9h às 14h
    Limite de Participantes – 20
    Horas de Formação – 20
    Lugar – Edifício AAC
    Frequência Mínima – 70%
    Preço Workshop – Sócios CEC/AAC 40€ Público em Geral 50€
     
    Notas:

    Na frequência de mais do que um workshop beneficie de um desconto de 25% sobre o total
    A frequência dos workshops dá direito a Livre Trânsito para todas as sessões do Festival

    Curriculum Vitae do Formador:
    Miguel Estima

    Nasceu em Caminha em Maio de 1978. Começou por estudar Informática, mas depressa sentiu necessidade de mudar de rumo. Terminou em 2003 a formação em Fotografia e a partir daí tem-se dedicado a novas expressões artísticas, sempre com uma base visual marcante.  Em discurso directo "Desde muito cedo fui um apaixonado pela imagem. Adorava tirar os retratos de família. Nas viagens que os meus pais me proporcionaram gostava de fotografar gentes e locais por onde passava.  Para aprofundar os meus conhecimentos estudei fotografia no Porto. Por me sentir sedento de fazer mais desenvolvi trabalhos no âmbito da vídeo-reportagem para canais Web. Autodidacta inato levou-me a percorrer um percurso mais pessoal onde frequentei vários workshops. Dessas experiências desenvolvi laços de amizade com artistas, produtores, realizadores, directores de festivais, directores de fotografia e encenadores.
    Como realizador desenvolvi um conceito muito experimental e na curta “Babylove” senti necessidade de mostrar um pouco de mim também como performance humorístico. Colaborador da imprensa escrita em reportagem de actividades culturais para o suplemento cultural do Diário de Aveiro.
    Sempre à procura de novas formas de ver, sempre aberto a novas formas de olhar… "

    Filmografia:
    como Realizador:
    – I’m Back (2008)
    – Destinos de Sofia (2008)
    – Babylove (2007)
    – Boom (2005)
    – 180 Graus (2005)
     
    Direcção de Fotografia:
    – Bejat (2008)

    Fotografia:
    – MN 24h (individual), Mercado Negro (Aveiro), Agosto’2006
    – Laranja (individual), G.A. Caminhense (Caminha), Janeiro’2004
    – Mostra de Retratos (colectiva), Bare Nostrum (VN Cerveira), Janeiro’2003

     

     Para mais informações sobre o formador consulte  o seguinte link

    saber mais

  • Problemas Internet Explorer

    Estamos neste momento com alguns pequenos problemas com visualização da página no browser Internet Explorer! Embora aproveitemos para recomendar a adopção do browser Firefox , prometemos ser rápidos na correcção deste erro! Caso detecte mais algum incidente não hesite em contactar-nos.

    saber mais

  • Luís Chaby VazEsta edição fica especialmente marcada pela criação de um novo prémio para a melhor Animação Nacional, na Seleção Ensaios. Vivemos um momento francamente positivo para este género, facto que não passou despercebido a este Festival, refletindo a sua maturidade, capacidade de inovação e profundo conhecimento da produção de cinema e audiovisual nacional. saber mais

    Luís Chaby Vaz
  • Pedro MachadoO poder das produções audiovisuais no aumento da atratividade turística dos territórios onde são filmadas é uma realidade inegável. Está a crescer de forma notória o turismo cinematográfico, alicerçado em turistas que viajam motivados pelas imagens que viram nos filmes e séries que mais os marcaram e que anseiam por visitar os locais onde foram rodadas as cenas mais emblemáticas, que se transformam assim em destinos turísticos de eleição. (…) Eventos como os Caminhos do Cinema Português têm um papel fundamental neste percurso. saber mais

    Pedro Machado
  • João Francisco CamposQue a XXVI edição dos Caminhos do Cinema Português, sejam, também, um tributo aos homens e mulheres que lutaram e lutam, para que a vida prossiga, nunca mais como dantes, o seu caminho. saber mais

    João Francisco Campos
  • Eduardo Ferro Rodrigues"Para a edição deste ano, que ocorre em plena situação de pandemia da COVID-19, foram também encontradas soluções que, acolhendo as recomendações das autoridades de saúde, permitem cumprir os objetivos do festival, o que traduz bem o espírito empreendedor e criativo da organização deste singular evento."

    Eduardo Ferro Rodrigues
  • Luís Chaby Vaz, Presidente do Conselho Directivo do ICA-IP. Considerando o contexto atual, marcado pelas limitações impostas pela situação epidemiológica provocada pelo novo Coronavírus, aproveito para congratular (…) pela iniciativa de levar a cabo esta edição do Festival, dando continuidade ao importante trabalho que o Festival Caminhos do Cinema Português tem vindo a desenvolver em prol da cultura e do cinema.

    Luís Chaby Vaz, Presidente do Conselho Directivo do ICA-IP.
  • Nuno Artur SilvaO Festival Caminhos do Cinema Português abole as fronteiras entre o cinema e os seus públicos, respeitando a importância da sala de cinema, onde serão exibidos todos os filmes em competição, mas permitindo, neste ano excecional, que o cinema vá também de encontro aos públicos escolares e seniores em salas de cinema improvisadas. É a experiência do visionamento em comunidade, por um lado, e a possibilidade de discussão e partilha de experiências sobre os filmes, por outro, que o torna num acontecimento tão importante para públicos tão diversos. saber mais

    Nuno Artur Silva
  • João Paulo MacedoDefendemos que o cinema deve ter espaço para encontrar o seu público, os Caminhos do Cinema Português permitem, num só momento, ter acesso à maior programação de cinema português num só festival. A possibilidade de seleccionar e organizar, programar e exibir é fundamental para que o ciclo dos filmes fique completo. saber mais

    João Paulo Macedo
  • Amílcar FalcãoNum ano profundamente atípico, é reconfortante constatar o cuidado com que a XXVI edição do Festival Caminhos do Cinema Português está a ser organizada, mantendo a qualidade que norteia a sua seleção filmográfica, mas mostrando igualmente uma grande capacidade para se adaptar a circunstâncias exigentes. Na qualidade de Reitor da UC, gostaria de sublinhar o notável serviço que o Festival assim presta, de novo, a produtores, criadores e espetadores. saber mais

    Amílcar Falcão
  • Delfim LeãoPara a XXVI edição, soube encontrar um equilíbrio sensato e seguro entre o recurso às potencialidades digitais e a manutenção da fruição insuperável do espetáculo ‘in loco’. saber mais

    Delfim Leão