Notícias

UB_STILL1-1920x806.jpg

Realizador David Bonneville presente na exibição de “O Último Banho”

Primeira longa-metragem do realizador portuense exibida à tarde no Teatro Académico de Gil Vicente. À noite será exibido o documentário, de Miguel Dores, sobre o homicídio de Alcindo Monteiro

O realizador David Bonneville e a produtora Isabel Machado estarão presentes esta quinta-feira no Teatro Académico de Gil Vicente, na exibição do filme “O Último Banho”. A sessão tem início às 17h30 e contará também com a presença do realizador José Magro do filme Nha Sunhu.

A primeira longa-metragem do realizador portuense estreou no verão de 2021 e conta, no elenco, com as irmãs Anabela e Margarida Moreira, Miguel Guilherme e Martim Canavarro.

saber mais

SOMBRA_ISABEL-fotografia-de-Luis-Sustelo-1404x936.jpg

Homenagem às mães de crianças desaparecidas no Festival Caminhos

“Sombra”, de Bruno Gascon, é exibido esta quarta-feira à noite no Teatro Académico de Gil Vicente

A longa metragem “Sombra”, de Bruno Gascon, é exibida quarta-feira, 17 de novembro, às 21h45 no Teatro Académico de Gil Vicente. O filme, premiado no Festival de Cinema de Barcelona, é inspirado em histórias verídicas de desaparecimentos de crianças, sendo uma homenagem às mães destas. Tem como pano de fundo o desaparecimento de Rui Pedro, em 1998. O realizador Bruno Gascon e a produtora Joana Domingues estarão presentes na sessão.

saber mais

MV5BMTZkNDJjODUtN2QyYi00NzA1LWJjZjEtNWFkMjJjZmY1YzgwXkEyXkFqcGdeQXVyNzg5MzIyOA@@._V1_FMjpg_UX1200_-1200x600.jpg

“Terra Nova” e um retrato da Palestina em exibição no Festival Caminhos

Filme que retrata a vida num bacalhoeiro português exibido às 17h30. Sessão da noite contempla “Gaza mon Amour”, dos irmãos palestinianos Tarzan e Arab Nasser

“Terra Nova”, de Artur Ribeiro, e “Gaza mon Amour”, de Tarzan e Arab Nasser, são as duas longas-metragens exibidas pelo Festival Caminhos do Cinema Português esta terça-feira, 16 de novembro. Os realizadores Daniel Soares (da curta “O que resta”, exibida à tarde) e Gabriella Giffoni (de “Eco de um soco no osso”, exibida à noite) estarão presentes no Teatro Académico de Gil Vicente.

saber mais

c4dd580ead-poster-800x450.jpg

“A Arte de Morrer Longe e “Diários de Otsoga” abrem Seleção Caminhos

Filmes de Júlio Alves e Miguel Gomes são as duas primeiras longas da semana dos Caminhos do Cinema Português

As longas “A Arte de Morrer Longe”, de Júlio Alves, e “Diário de Otsoga”, de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro, são as duas primeiras da Seleção Caminhos, que começa este sábado, 13 de novembro. Esta secção conta com duas sessões, uma às 17h30 e outra às 21h45, ambas no Teatro Académico de Gil Vicente. O realizador Júlio Alves estará presente em Coimbra.

saber mais

Foto1-370x370.jpg

A perspetiva feminina do cinema para adultos

Programação de 12 de novembro do Festival Caminhos do Cinema Português convida a uma nova abordagem dos filmes para adultos, com a presença da atriz espanhola Bunnie Bennett

O cinema para adultos do ponto de vista feminino é a abordagem proposta pelos Caminhos no Turno da Noite de 12 de novembro, a partir das 23:59, na Casa do Cinema de Coimbra. Seis curtas-metragens, onde o tema central é o prazer feminino, serão exibidas, com a presença de Bunnie Bennett, atriz espanhola e protagonista da curta “The Narcissist”. A terminar a sessão, será exibido “ASMR”, da premiada realizadora de filmes para adultos Erika Lust.

saber mais

O-Casarao-Still-1-1778x1000.jpg

“O Casarão” em antestreia no Festival Caminhos

Filme de Filipe Araújo exibido pela primeira vez esta quarta-feira à noite na Casa do Cinema de Coimbra, com a presença do realizador e do protagonista

A antestreia de “O Casarão”, de Filipe Araújo, marca o dia do Festival Caminhos do Cinema Português, a 10 de novembro. O realizador e o protagonista, António Oliveira, estarão presentes na Casa do Cinema de Coimbra, no Centro Comercial Avenida. Num dia em que Marielle Franco, Fernando Pessoa e os direitos LGBT estão também em exibição.

saber mais

40618_61838_62366-1920x1075.jpg

Retratos íntimos da Guerra Colonial na Casa do Cinema de Coimbra

Tarde do Festival Caminhos dedicada a Timor e Espanha.

“Os Fotocines”, de Sabrina D. Marques, é exibido na noite de terça-feira, 9 de novembro, na Casa do Cinema de Coimbra. Trata-se de um retrato íntimo da Guerra Colonial Portuguesa feita com os seus sobreviventes, ao longo dos 72 minutos do documentário. “Os Fotocines” foi concluído em maio de 2021 e estará em exibição a partir das 21h45, na Casa do Cinema de Coimbra.

Nesta mesma noite, estarão em exibição três curtas, também na secção Outros Olhares. “Éleonor”, da realizadora luso-francesa Éleonor Silva; “Urubu é o Amigo Desconhecido” do ator e realizador luso-guineense Welket Bungué; e “Cassandra de Balaclava”, a história de uma atriz que abandona a sua carreira e o seu país, realizada por Nuno M. Cardoso, que marcará presença na Casa do Cinema de Coimbra.

Durante a tarde, na secção Filmes da Lusofonia, estará em exibição “Uma Halibur Hamutuk – Uma Casa que nos Une”, de Ricardo Dias. Um filme que mostra relatos de mulheres timorenses sobre o atribulado ano de 1999, altura em que foi referendada a independência do país, perante a ocupação indonésia. “O Solo Sagrado da Terra”, sobre a poetisa são-tomense Alda Espírito Santo, completa a secção neste 9 de novembro.

Em Filmes do Mundo, destaque para a presença do realizador hispano-venezuelano Luís Suarez Bracho, autor de “Dilemma”. “Distello Bravio”, de Ainhoa Rodríguez, também originário de Espanha, completa a secção.

saber mais