Reposições: Lascas + Mesa + O Presidente Veste Nada + A Greenhouse + SOA

Reposições: Lascas + Mesa + O Presidente Veste Nada + A Greenhouse + SOA

Os Caminhos promovem a reposição de alguns dos títulos mais marcantes das três secções competitivas na perspectiva curatorial, dos jurados e claro, do público. É ainda a oportunidade de rever títulos importantes da cinematografia nacional contemporânea que por via do re-agendamento de toda a programação do festival se viram exibidos em pleno horário laboral, académico ou escolar.

QUINTA, 17 DE DEZEMBRO, 20H30 | Estúdio 2, Galerias Avenida

Poster 7ee0040f02 posterLascas (Natália Azevedo Andrade)

“A mundividência e estética de “Lascas” surpreendeu de imediato todos os membros do júri. Contendo laivos surrealistas, a narrativa mantém um minimalismo que permite aos sentidos a sua fruição estética. Admirável é também a construção narrativa e o diálogo com tradições pictóricas extra-“ocidentais””
– Júri Ensaios, Menção Honrosa para Ensaio Internacional

poster de MesaMesa (João Fazenda)
– Melhor Banda Sonora Original

“Entre copos, pratos e convivas, a música de Philippe Lenzini estende uma toalha de sons e melodias que gera uma maior partilha em torno da “Mesa”” (Justificativa apresentada pelo Júri Caminhos para entregar o Prémio de Melhor Banda Sonora Original)

– Melhor Cartaz

“Quem vê o cartaz de João Fazenda começa de imediato a ver o filme” (Justificativa apresentada pelo Júri Caminhos para entregar o Prémio de Melhor Cartaz)

poster de O Presidente Veste Nada (Clara Borges e Diana Agar)
– Prémio da Federação Portuguesa de Cineclubes para Melhor Ensaio Nacional de Animação

“Saudamos a inventividade com que “O Presidente Veste Nada” figura os processos de trabalho numa fábrica têxtil através das ferramentas do cinema de animação. O filme vai além das convenções de género ao intercalar elementos do cinema de animação com elementos do cinema documental”
– Júri Ensaios: Prémio da FPCC para Melhor Ensaio Nacional de Animação

 

 

 

poster de A Greenhouse (Francisco Pereira Coutinho)
Ella tem uma vida aparentemente perfeita: uma casa moderna, um marido atencioso e duas filhas pequenas. Contudo, uma forte atracção pelo florista do bairro coloca-a numa posição difícil, que a obriga a escolher entre ceder ao seu Desejo, ou preservar um casamento menos convencional do que parece. 

 

poster de

SOA (Raquel Castro)

Paisagens sonoras, silêncio e ruído. todos os espectros sonoros, desde o infra ao ultra-som, frequências e ritmo. Mas também, ecologia, cidadania, igualdade e políticas urbanas. A escuta como catalisador de transformação e sons que fazem parte dos nossos locais de vida quotidiana. A forma como a paisagem sonora nos afecta e como somos responsáveis pelo som que geramos.

“Um notável exercício de criação artística a vários níveis. Da sensibilidade estética visual ao pormenorizado trabalho de criação e edição sonora – não fosse o som a temática central do filme – passando pela relevância de que se reveste ao apontar a temáticas que não vemos ser abordadas regularmente. Tem, por isso, o potencial de despertar a curiosidade e interesse do público para os fenómenos invisíveis associados ao som, e a sua centralidade à experiência humana, que por vezes é tão subtil que se torna difícil de registar e analisar. Soa faz esse trabalho de registo e análise desses fenómenos, problematiza-os, e lança sementes de uma discussão que é habitualmente relegada para segundo plano.”
– Júri Outros Olhares

 

 

 

 

 

  • Date : 17 Dec 2020 - 17 Dec 2020
  • Time : 20:30 - 22:30
  • Registration Deadline :
  • Venue : Estúdio 2, Galerias Avenida

Registration Form

Total price € 4