Imprensa CCP

Posts by imprensa

44130130650_b81a0f8e7c_h.jpg

Antevisão 30 Novembro

No dia 30 de novembro, o festival Caminhos do Cinema Português apresenta na Seleção Caminhos, “Pedro e Inês”. Este filme realizado por António Ferreira e inspirado na lenda de Pedro e Inês, conta a história de Pedro, que foi internado num hospital psiquiátrico por viajar de carro com o cadáver da sua amada, Inês.

Recorda simultaneamente as vidas de Pedro de Portugal na idade média, Pedro Bravo no presente e Pedro Rey num futuro distópico. Será exibido pelas 15:00h no Teatro Académico Gil Vicente.

Na Seleção Ensaios poderá ver “Primeira Noite”, um filme de André Rodrigues, que mostra o pavor sentido por uma criança, desencadeado pelo receio da mudança para uma casa nova, que a leva a criar uma criatura que vive debaixo da sua cama. A sessão terá início às 17:30h no Cinema NOS no Alma Shopping.

saber mais

45338821844_e58fbcf9d5_o-scaled.jpg

Projetos Académicos ganham vida nos grandes ecrãs

Numa sala onde as idades e os estilos se misturam, no dia 29 de novembro assistiu-se pelas 17:30 a mais uma Seleção de Ensaios organizado pela XXIV edição dos Caminhos do Cinema Português, composta por “Amor, Avenidas Novas” de Duarte Coimbra, “Margem” de Joel Brandão,  “She.Tema.Oha” de Cristiana Forte, “For you” de Kataryna Wisniowska, “Um Marco no Futebol” de José Caetano, “Comments” de Jannis Alexander Kiefer, “Success” de Valentin Suntsov e “Celeste” de Francisco Pereira Coutinho.

saber mais

IMG_3325-2.jpg

Guerra e Amor nos Caminhos do Cinema Português

Durante a tarde do dia 29, o Teatro Académico Gil Vicente (TAGV) recebeu mais um leque de filmes da Seleção Caminhos, desta vez dedicada aos mais velhos. A sessão sénior contou com a curta metragem “Descobrindo a Variável Perfeita”, de Rafael Almeida, e a longa metragem “Soldado Milhões”, de Gonçalo Galvão Teles e Jorge Paixão da Costa. Na sessão seguinte, em “Amantes na Fronteira” de Atsushi Funahashi, foi mostrada uma  realidade, que apesar de dura e por vezes chocante, deve ser divulgada.

saber mais

46998160_762680887426757_5622732916317487104_n-scaled.jpg

MasterSession “O valor de uma marca do/no Cinema Português”

“O valor de uma marca do/no Cinema Português” é a temática de reflexão da última sessão de MasterSessions a decorrer amanhã pelas 18 horas na Sala do Carvão situada na Casa das Caldeiras. Discutir de que forma a atração de produções cinematográficas internacionais podem valorizar Portugal e o cinema que por aqui é criado, apresenta-se como as principais questões a serem discutidas.

saber mais

DSC_1842.jpg

Da intensidade à leveza: Três olhares sobre o abandono

Numa plateia maioritariamente marcada pelo público jovem, aguardava-se por “Leviano“, no entanto “Aquaparque” e “3 Anos Depois” superam as expectativas do público presente.

A noite de dia 28 começou com a curta-metragem “Aquaparque”, a estreia de Ana Moreira enquanto realizadora. Com um velho parque aquático como pano de fundo, ficámos a conhecer dois jovens que ali se refugiam do mundo real. Por entre olhares e silêncios revelam os seus mais íntimos sentimentos, em breves minutos que se desfecham de uma forma trágica.

saber mais

IMG_2418-2.jpg

Mortes memorizadas nos Caminhos do Cinema Português

Ensaio sobre a morte”, “Equinócio”, “Os Mortos” e “Bostofrio, oú le ciel rejoint la terre” foram os filmes que marcaram lugar na tela do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), dia 28, pelas 17H30. Na plateia estiveram a atriz do segundo filme, Alba Baptista, e o realizador da terceira exibição, Gonçalo Robalo.
Num sentido vasto e comum, os filmes focaram a problemática da morte aliada à memória, numa relação relativamente estreita. As questões de identidade – de onde vimos? onde tudo começa e acaba? o que vem a seguir? – foram também tratadas nas duas horas de exibições.

saber mais