Caminhos do Cinema Português

Júri FICC | IFFS

Piotr Maciantowicz

Nasceu em 1985. Estudou Cultura e Filosofia na Universidade de Adam Mickiewicz em Poznan, Polónia. O seu principal interesse na filosofia são os direitos dos animais, e o seu estatuto no mundo atual. Mas algo maior do que uma simples paixão é a atividade cinematográfica. Em 2008 em conjunto com um grupo de amigos reestabeleceu a DKF Kamara (Discussion Film Club) num dos mais antigos cinemas do mundo – Muza, cinema em Pozna. A história do DKF remonta a 1956, e teve uma grande influência para a sociedade de Pozan. Hoje em dia a sua missão é contrariar a “Realidade de Hollywood”, e estimular os Europeus e o mundo do cinema. Desde 2008 também conduziu algumas palestras educacionais e discussões para jovens tais como leituras em “Nowe Horyzonty Edukacji Filmowej” (New Horizons Film Education) que é uma parte de “T-Mobile New Horizons international festival” na Polónia. Trabalhou também num conjunto de filmes e festivais de arte, tais como: AnimatorInternational animation festival (2008-2012), Transatlantyk Poznan International Film and Music Festival (2011-2012), Ligatura International Comics Culture Festival (2010 – 2012), Tranzyt documentar film festival (2009-2012).

Born in 1985. Studied Culture and philosophy at Adam Mickiewicz university in Poznań,Poland. My special intrest in philosophy is animal rights, and status of animal in modern world. But something more than passion is my cinematic activity. First of all in 2008 With couple of friends we reestablish DKF Kamera (Discussion Film Club) in one of the oldest cinemas in the World – Muza cinema in Poznań. This DKF history dating back to 1956, and had a great influence to the Poznań’s society. Today our mission is to counter the “Hollywood reality”, and promote ambitious European and World cinema. Since 2008 I also conduct educational talks and discussions for youth as lecteur in Nowe Horyzonty Edukacji Filmowej (New Horizons Film Education ) which is a part of T-Mobile New Horizons international festival in Wrocław, Poland. I also worked on several movie and art festivals, such as: AnimatorInternational animation festival (2008-2012), Transatlantyk Poznan International Film and Music Festival (2011-2012), Ligatura International Comics Culture Festival (2010-2012), Tranzyt documentary film festival (2009-2012).

Fernando Mateus

Fernando Mateus amante do cinema é jornalista ,docente universitário, produtor radiofónico, todos na área do cinema é ainda realizador e produtor de vídeo em televisão e cinema. Foi Fundador, director e chefe de redacção do mensario “ Boletim 921”, entre 1984 e 1987, e mais tarde no semanário “Sintra Ilustrado”, entre 1987 e 1991, responsável pela editoria de cinema. Em 1969 foi membro da Direcção do Núcleo de Cineastas Independentes,com diversos filmes realizados em 8mm, Super8, 16mm e 35mm. Autor do livro “Técnicas da Animação” e autor do texto do catálogo “A História da Animação”, ambos publicados pelo CNBDI. Participou como membro de júris no ICA-IP, entre 2006 e 2009, nos programas de apoio a Produção de Longas-Metragens de Ficção (Complementar), Produção de Curtas-Metragens de Ficção, Realização de Festivais em Território Nacional, Desenvolvimento de Documentários Cinematográficos, Distribuição de Outras Obras e Obras Não Nacionais de Cinematografias Menos Difundidas Colaborador, membro de júris ou jornalista acreditado nos festivais Filminho, Estoril Filmes Fest, Faial Film Fest, Encontros de Viana – Cinema e Vídeo (secção Olhares Frontais), Lisbon Village Festival, Monstra, FIKE, Caminhos do Cinema Português, FICA, Festroia, Mostra do Cinema Europeu de Tavira, FEST, Encontros de Avanca, Fantasporto, Ulisses, MAT, Teleciência, Curtas de Vila do Conde, Festival de Cinema e Romantismo em Sintra, Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz, Cinanima, Festival de Cinema de San Sebastián (País Basco), Festival de Gramado (Brasil), Féstival de Cinéma de Paris (França), Foi destinguido com medalhas em “Amigo do Festroia” (2009), e no “Grande Prémio de Amizade” em 2006 Director e programador do canal de televisão ‘Grande Écran TV’, exclusivamente dedicado a cinema. Organizador do ciclo “Cinema & Lusofonia” no Âmbito do “I Encontro de Escritores da Lusofonia”, no Palácio da Brejoeira, em Monção, em Julho de 2011. Comissário do 30º Aniversário do 25 de Abril, na Xociviga (Galiza), em 2004.

.

António Claudino de Jesus

Antonio Claudino de Jesus nasceu a 18 de Março de 1951 e gradou-se em medicina na universidade federal Espirito Santo em 1978 e trabalhou como professor no centro de ciência da saúde de 1978 até 2011 na mesma Universidade. Desde 1974, iniciou as suas actividade como director cultural nas áreas relacionada com a cultura nomeadamente nas artes cénicas, audiovisuais e na área da música. Foi júri nacional de muitos e festivais internacionais de cinema desde 1979. È Membro do Cineclube Iberoamericana – FICC – desde 2004 em 2006 passou a vice presidente, e em 2012 passou a Presidente do FICC. Foi Presidente do Conselho Nacional de Cineclubes em 1980/81 – 1982/83 – 1987 / 88-2004 / 06-2006 / 08 – 2008/10. Membro Coordenador do I, II, III, IV, VI e VII do Encontro Ibero-audiovisuais de Cinema – Rio Claro – SP – 2004, Santa Maria-RS – 2006 e 2007, Atibaia – SP – 2009, 2010 e 2011. Na área da Produção Audiovisual, pode-se referir vários pontos fulcrais na carreira, como por exemplo a Curta-metragem/documentário, “Baía de Vitória”, digital, com Ricardo Sá e Saskia Sá que ainda está em produção – Lei de Incentivo Vila Velha Cultura e Arte – 2012

.