Caminhos do Cinema Português

Crónica Caminhos Juniores

– Crónica de Opinião –

 

O Festival Caminhos do Cinema Português preza-se muito não só pelo olhar que permite ao público de Coimbra sobre o que se faz em termos de cinema no nosso país, mas também pelo vislumbre que permite sobre o respectivo futuro. De entre as várias actividades que o Festival desenvolve, duas destacam-se na salvaguarda do futuro do cinema nacional.

 

Para começar, destaque vai para os Caminhos Juniores, uma espécie de sub-festival, com uma temática mais apontada aos mais novos, que consiste numa série de sessões matinais no TAGV, onde serão exibidos vários filmes, sobretudo curtas de animação, em que o público alvo são crianças dos 3 aos 10 anos. Esta iniciativa, que já se realiza há já vários anos (sempre no âmbito do Festival Caminhos do Cinema Português), permite não só alimentar o gosto pelo cinema dos mais novos, mas serve igualmente para demonstrar os talentos de animação que se encontram no nosso país.

 

De facto, ano após ano, é cada vez mais comum aos cineastas portugueses virarem-se para a animação como género de preferência para exprimir a sua vertente cinemática criativa. Assim, esta secção do festival serve de modo a dar a atenção devida a este género, que vai ganhando atenção de um público não só composto pelos mais novos, mas igualmente por graúdos. Porém, de se notar que o cinema que os Caminhos Juniores pretendem promover não é exclusivamente de animação, contando também com muitas curtas de natureza educacional, que podem assim não só entreter os mais novos, mas também educá-los.

 

Numa outra vertente, é importante salientar os Ensaios Visuais, competição desenvolvida no âmbito do Festival, em que são seleccionados e exibidos uma série de trabalhos na área do audiovisual, da autoria de alunos de várias grupos de formação como o ESEC TV ou o ETIC_. Embora não cumprindo o formato tradicional do cinema e revistam uma natureza mais artística e experimental, estes trabalhos permitem sempre dar um indício do melhor que se pode conseguir dos futuros talentos no campo do audiovisual e, consequentemente, um bom presságio para o futuro do cinema nacional.