Caminhos do Cinema Português

Crónica

 
Neste quarto dia da 16ª edição dos Caminhos do Cinema Português, e já com as actividades paralelas a decorrer em pleno, falamos dos Caminhos Juniores onde as crianças da cidade tem a hipótese de ver cinema e depois colorir um livro editado pela organização, uma novidade desta edição de 2009 e com figuras queridas dos mais pequeninos, estes livros e outros presentes são entregues no final de cada sessão que tem lugar no TAGV até ao próximo dia 23 de Abril.
Para os mais atentos e participativos destas iniciativas estão já a decorrer os ateliers sob os seguintes temas:  Stop Motion, Video Digital-Edição, Escrever sobre Cinema, Micro-Cinema e Argumento.
Teve ainda lugar hoje mais um colóquio desta feita no CLP-FLUC sob o tema “CineLiteratura” – A Literatura e o Cinema dos Anos 80 em Espanha, que foi moderado por Ricardo Monteiro.
Das sessões destaque para o dia de “Veneno Cura” de Raquel Freire na sessão em  competição, continuam também  nas sessão Ensaios Visuais  a decorrer no Mini-Auditório Salgado Zenha e Secção Cinema Europeu sendo país convidado desta edição a Espanha.
De salientar que na sessão das 22h do TAGV no passado dia 19 de Abril passou o filme “Second Life” do realizador/produtor Alexandre Cebrian Valente que esteve presente durante a exibição do filme e no final teve lugar um debate com a sala bastante composta e em que o público não se fez rogado e questionou sobre o rumo e final(s) do drama  que acabara de ver, e as participações no filme de figuras como Figo, José Carlos Malato e Fátima Lopes.
Hoje será exibido também na sessão da noite a longa-metragem de Nicolau Breyner , que mostra assim nos Caminhos a sua primeira obra, “O Contrato” baseado num livro do escritor Dennis McShade e com argumento de Pedro Bandeira Freire, Álvaro Romão e do próprio Nicolau Breyner,  e que conta com a participação de Pedro Lima, Cláudia Vieira, Vítor Norte, José Raposo entre outros.
O Festival mostra assim que o cinema português continua vivo e renovado.