Caminhos do Cinema Português

Animação

É notório, nos últimos tempos, que a cada ano que passa cresce o número de projectos cinematográficos nacionais pertencentes ao género animação. Tal se tem manifestado nas últimas edições do festival Caminhos do Cinema Português, inclusive a deste ano. Cada vez mais se discute o impacto que a evolução das técnicas de animação teve no panorama do cinema português e qual o futuro que este género de cinema poderá tomar.

Mas o que será que gera este interesse sempre crescente pelo cinema de animação nacional? O sucesso mundial que os filmes de animação conseguem cada vez mais facilmente alcançar? Ou talvez as novas tecnologias que, por sua vez, abrem a novas possibilidades e dão novo fôlego a um género que, há pouco mais do que uma década, era dado como morto? De facto, antes a animação era um tipo de cinema limitado a poucas produções e visto sobretudo como um cinema menor, para um público de menores.

<p style="text-align: justify" class="MsoNormal">Com o aparecimento das t&eacute;cnicas de anima&ccedil;&atilde;o computorizada, a anima&ccedil;&atilde;o sofreu a revitaliza&ccedil;&atilde;o que bem necessitava. A partir da&iacute;, o prest&iacute;gio do g&eacute;nero cresceu cada vez mais. Difundiu-se um tipo de anima&ccedil;&atilde;o apontado a um p&uacute;blico mais adulto e maduro, Criaram-se pr&eacute;mios para atribuir a filmes de anima&ccedil;&atilde;o, entre eles, o &Oacute;scar para Melhor Filme de Anima&ccedil;&atilde;o. Tudo isto leva &agrave; pergunta: estar&aacute; o futuro do cinema na anima&ccedil;&atilde;o?</p>    <p style="text-align: justify" class="MsoNormal">Grande maioria dos profissionais do cinema portugu&ecirc;s, estando atento a este sector, parece pensar que sim e filmes como a premiada curta-metragem &ldquo;A Suspeita&rdquo; s&atilde;o perfeito exemplo disso. E, se bem que o cinema de anima&ccedil;&atilde;o portugu&ecirc;s parece moldar-se mais em torno da anima&ccedil;&atilde;o computorizada, deixando a anima&ccedil;&atilde;o tradicional para segundo plano, entenda-se que n&atilde;o s&atilde;o os meios que devem definir o prest&iacute;gio a atribuir ao resultado. </p>    <p style="text-align: justify" class="MsoNormal">Neste campo, &eacute; de se notar tamb&eacute;m o trabalho de actores que d&atilde;o as suas vozes para a dobragem de filmes, fen&oacute;meno este que, enquanto por quase toda a Europa est&aacute; generalizado a todo o tipo de filmes, por c&aacute; se encontra circunscrito &agrave; anima&ccedil;&atilde;o. Tal torna este g&eacute;nero como o que melhor permite ao nosso pa&iacute;s imprimir a sua marca no cinema estrangeiro.</p>